6080958350_523aab7369_o

Você sabe o que é paroníquia?

O cuidado estético com as unhas faz parte do nosso cotidiano. Mas é importante também ficarmos atentas para evitar qualquer tipo de doença, para termos mãos e pés sempre atraentes e saudáveis.

Uma das patologias que devemos conhecer é a paroníquia, conhecida popularmente como unheiro. Trata-se de uma inflamação que atinge a dobra ungueal (pele ao redor da unha) e pode ser provocada por diversos agentes externos (bactérias, fungos ou vírus) ou reações alérgicas.

Quais os tipos de paroníquia?

Existem dois tipos de manifestações desta doença: a aguda e a crônica. Na primeira, a inflamação se desenvolve em algumas horas e, usualmente, se resolve em poucos dias. Ocorre por meio de pequenos ferimentos (como os provocados ao se remover a cutícula), que são porta de entrada da infecção. A dobra ungueal fica avermelhada, muito dolorosa e inchada. Pode haver presença de pus sob a pele, e até evoluir para um abscesso.

O segundo tipo, a paroníquia crônica, é um processo gradual que, em geral, começa por uma das unhas e acaba afetando outras. A dobra ungueal fica inchada, avermelhada, dolorida, podendo haver eliminação de pus por baixo da cutícula. A inflamação pode se estender por vários meses e altera a formação da unha, que cresce ondulada e com a superfície defeituosa, tornando-se quebradiça.

Qual o tratamento?

O problema deve ser tratado de acordo com a causa, podendo ser tópico e/ou oral. No caso de formação de abscesso, este deve ser drenado.

Para paroníquias decorrentes de alergias, é essencial a interrupção do uso do produto causador, além do tratamento tópico adequado. Em casos extremamente resistentes ao tratamento, pode ser necessária a remoção cirúrgica da pele afetada.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp